Importar para revender, compensa?

Em tempos de Dólar nas alturas, será que ainda é um bom negócio importar para revender com o Dólar alto? Assista o vídeo e leia o post abaixo com informações complementares!

Não é segredo para ninguém que temos umas das maiores cargas tributárias do mundo! No entanto, o que assusta a maior parte dos empreendedores, que sonham trabalhar com importação, é a diferença de preço praticada entre Brasil e EUA.

Como ainda há muita falta de informação neste setor, muitos que tentam entrar neste mercado por sua conta própria acabam se frustando. Isto acontece porque, apesar das enormes diferenças de preço (podem chegar até R$9.000,00, no caso de equipamentos da Apple, por exemplo), as taxas alfandegarias diminuem significativamente as margens de lucro.

Tentando fugir destas taxas, alguns caem na armadilha de importar de maneira ilegal.

Tal prática, além de ilegal, pode gerar problemas com o governo e com os próprios clientes, acabando com a credibilidade de seu negócio.

No entanto, é possível importar relógios Invicta, tênis Adidas, produtos da Apple e outros de maneira fácil e garantida!

A melhor maneira de conseguir tal informação é fazendo o curso da Academia do Importador.

No curso você aprende todos os “macetes” para fazer seus negócios dentro da lei, sem surpresas e garantindo o lucro. Para conhecer melhor o curso, clique abaixo:

CLIQUE AQUI

Aqui abaixo eu deixo para você um link de um vídeo que mostra onde encontrar informação de confiança para, mesmo pagando todos os impostos de importação, conseguir importar e revender, mantendo altas taxas de lucro e a competitividade mercadológica, bem como a credibilidade junto aos clientes.

CLIQUE AQUI

Deixo também o link de uma empresa especializada em Billing Address.

CLIQUE AQUI

Comentários